sexta-feira, 4 de novembro de 2011

A eterna entediante busca da metade (não ácida) da laranja

O hábito da procura excessiva de relação amorosa é algo que realmente me irrita. A maioria das pessoas ao sair de casa está condicionada sempre a desejar um companheiro para formarem um casal com a simples ilusão de que isso é o sentido da vida. Não é que eu esteja desmerecendo aqueles que sonham em casar-se com alguém, ter filhos, formar uma família, etc. Mas quero dizer que a vida não gira em torno de namoricos e eu venho notado que a maioria das garotas só considera-se "felizes" quando estão vivendo um romance, pois precisam de alguém que as complete. E dessa forma vivem as suas vidas com os mesmos dilemas ou desilusões. Logo aqueles assuntos CHATOS nas rodinhas de faculdade, escola, bares, trabalho, ainda predominam: relacionamento, romance, namoro, rolos! - Eu realmente me sinto entediada e as pessoas estão se tornando cada vez mais desinteressantes para mim.

As pessoas inconscietemente formaram a idéia de que só é possível uma realização pessoal através de um relacionamento amoroso fixo e estável. Vejo constantemente homens e mulheres à procura de alguém de forma às vezes até desesperada e com isso acabam fazendo suas próprias vidas em favor dos outros.

Orientais e Ocidentais

E mais uma vez eu acho que o Ocidente tem muito que aprender com o Oriente. Enquanto no Ocidente a única maneira de ser feliz é encontrar uma pessoa e começar um relacionamento, no Oriente as pessoas estão mais voltadas para dentro de si próprios, buscando encontrar sozinhas a sensação de plenitude. Parece clichê, e é, mas o autoconhecimento é a coisa mais sábia a se fazer para ter uma vida mais interessante e feliz. Por isso existem tantas técnicas orientais das quais favorecem o autoconhecimento e a autoaceitação, como a ioga por exemplo. E não precisa ser necessariamente ioga e práticas orientais, cabe a cada um encontrar dentro de si mesmo as suas paixões. Sigo aquela filosofia em dar mais atenção para o desenvolvimento interno, descobrindo dentro de si próprio que há prazer também em estar só, dessa forma, dessa forma diminuindo a desesperada busca por um amor, que as vezes nunca acontece.



"Você se engana se acha que a alegria de viver está principalmente na relação que você tem com as pessoas; Está em tudo, em todo o resto..."
(Chris McCandless
)
 

Show Me The Stars Template by Carly Lloyd Designs