terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Mulheres de Cabul

Eu gostei muito da forma realista que o livro retrata a vida das mulheres Afegãs durante o Regime Talibã, que se estendeu de setembro 1996 a outubro de 2001, onde as mulheres do Afeganistão foram submetidas a leis opressoras, como não poder trabalhar fora de casa e nem freqüentar escolas.

Era proibido rir em público, ouvir música e fotografias eram consideradas formas de idolatria. Harriet desembarca na Capital Cabul, com a missão de ouvir e fotografar (escondido) essas mulheres que há quinze meses enfrentavam esse terror.

O livro é uma reportagem viva, ampliando o universo Afegão com os mais emocionantes depoimentos de mulheres que enfrentaram essa dolorosa realidade.

Vale a pena conferir!

Corajosa, ela...  

2 COMENTÁRIOS:

Tha ma ra =D disse...

'O Livreiro de Cabul'
um livro que li que retrata um pouco nao sao das mulheres mas da familia Afegã.

Thaís - Thatha disse...

Oi Thatha!!!

Hmmmmm amo esse meu mundo particular, que legal vc lendo sobre o Afheganistan... terra do amor que deconhecemos, por só ter contato com a parte ruim.

Mas esse livro realmente é muito bom, principalmente por não ter uma visão preconceituosa mais sim realista sobre fatos.

Amo tudo que está relacionado a essa terra Pathan.....

A respeito do Livreiro, sinceramente não gostei.... pois a visão da jornalista é ultra mega preconceituosa, principalmente no que diz respeito aos costumes culturais dos Afhegans... e isso me deixou muito triste..

Postar um comentário

que tal?

 

Show Me The Stars Template by Carly Lloyd Designs