domingo, 20 de junho de 2010

O instinto do homem Paquistanês



O número de mulheres perdidamente apaixonadas por Paquistaneses através da internet, tem aumentado bastante, conforme blogs que eu tenho visto. O medo da rejeição dos familiares do Paquistanês e do famoso "casamento arranjado" tem sido um drama vivido pela maior parte dessas garotas e mulheres. 

Os Paquistaneses levam a tradição muito a sério, e é natural que na maioria das vezes a família tenha resistência para aceitação de um casamento com uma estrangeira. 
Em minha humilde opnião, a melhor forma para evitar esses maiores transtornos é conhecer bem a cultura do seu darling, começando pela religião: O Islamismo.
O Islã concebe Deus (Allah) como o Absoluto. O apelo universal do Profeta Mohammad é que as pessoas se submetem à vontade absoluta de Deus. Para um muçulmano, a coisa mais importante é a sua religião. 

Deus está onipresente no Islamismo e não é tido como uma simples questão de crença pessoal, como a maioria das vezes ocorre no Ocidente.
O Islã é uma religião que deu muito respeito ás mulheres. Apenas falar de intimidade com um muçulmano sem a intenção de casar-se, significa apenas que ele está te usando de passatempo. Namorar por namorar é perder tempo, isso não existe para um muçulmano. Se você não tem certeza de que quer se casar, então precisa de pelo menos noivar, para que seu relacionamento seja levado a sério. 
Ter medo significa que você ainda não conhece bem a pessoa, você precisa saber onde está pisando para sentir-se segura. Por isso eu insisto que apenas o amor, não será o suficiente para evitar algo de errado. A cultura, a tradição, a religião e o país precisam ser muito bem estudados. O choque de culturas é muito comum nesses tipos de relacionamentos, fazendo com que muitas vezes grandes amores sejam arruinados, por falta de conhecimento.


O Homem Paquistanês

Eles gostam de regras e impõe regras, gostam de sinceridade e compreensão. A mulher tem de estar ciente do seu compromisso como mulher. Quando você se casa com um Paquistanês, ele torna-se muito conservador e um pouco mais rígido. Gostam de ser sempre superior. Essa "superioridade" aqui no Brasil é conceito de machismo, mas devemos sempre nos lembrar que isso é apenas um conceito ocidental. A família para eles é muito importante, as vezes eles não conseguem dividir atenção para os pais e a esposa, e ficam um pouco perdidos com isso, devemos ser compreensiva com esse vínculo enorme que eles têm com os pais. Lembrando que
no Islã é inadmissível desobedecer os pais. A opinião da família conta demais na vida de uma Paquistanês sendo que 90% de tudo que um pai diz para o seu filho é obedecido.
Os Paquistaneses são muito amorosos, extremamente carinhosos e o mais importante: são muito respeitosos com as mulheres. Eu tenho certeza que todas as mulheres que um dia se apaixonaram por um Paquistanês, teve a certeza de que encontrou o tão famoso príncipe encantado ou aquele raro homem dos sonhos. Pois, a partir do momento que um Paquistanês decidiu fazer de uma mulher a sua esposa, então eles irão fazer dessa mulher uma parte de sua vida e são capazes de fazer qualquer coisa para ela.
Mas tudo na vida tem um preço. Muitas coisas devem ser levadas em conta e saber ter o dom da compreensão, caso contrário, há muitas chances de aparecer grandes atritos, discussões ou até o rompimento do relacionamento.

89 COMENTÁRIOS:

O Mundo - Verdades e Mentiras disse...

Realmente nesses últimos tempos o número de brasileiras que se relacionam com paquistaneses vêm aumentando de forma espantosa.

Temo que isso venha ser levado como uma "febre", no qual atrai a cada vez mais brasileiras a entrar numa relação desse tipo.

Isso seria muito ruim, para ambas as partes.

As brasileiras acabariam não entendendo a cultura, religião deles e se magoariam porque realmente a maioria deles são encantadores.

E o que mais receio são pelos paquistaneses.
Porque pelo que eu saiba nós que começamos com toda essa história de "eu tenho um pak", lol.

Deve-se ter muito cuidado e principalmente respeito em ambas as partes.

Parabéns pela postagem!

Anônimo disse...

Vc também tem um paki?

Anônimo disse...

estou vivendo um drama estou apaixonada por um Pak e ele quer vir ate mim para casar e nao sei como fazer como funciona carta convite... se alguem puder me orientar...obrigada Ni

Anônimo disse...

estou apaixonada por um pak ... mas n sinto que ele retribui esse amor

cheiro disse...

Olá,

Sou casada há dois anos com um Egípcio, e concordo plenamente com o que esta escrito neste post, porém na minha opinião aontecem muito atritos sim, a vida real é muito diferente do sonho de internet. A mulher brasileira é muito independente e acostumada a incarar determinadas atitudes do homem como machismo sim. Antes de casar é bom esclarecer vários aspectos cotidianos da convivência como: usar alçinhas nas blusas, saias, bermudas, biquini, ter amigos homens e até colegas de trabalho, trabalhar fora, sair sozinha com amigas e outros tantos detalhes de nossa "liberdade" que depois geram muitos conflitos entre o casal. No meu caso, meu marido foi tendo que se acostumar com a cultura daqui, senão o casamento não teria sobrevivido, bjussss

cheiro disse...

Desculpes os erros de digitação, foi mal....

Ana disse...

Eu sou casada com um pak tem 2 meses. Nao foi tão facil e ainda nao está sendo, estamos longe um do outro tem 1 mes. Estou correndo atras da papelada para ir pra lá. Mas nosso futuro a Deus pertence, pois nao sei onde vamos morar ... aki , lá...Eu acredito no nosso amor... e para mim o meu PAK é perfeito!!!

Anônimo disse...

pois e ao contrario ........ !!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Acho tudo isto..uma furada.Se vc tiver filhos no futuro e nao de certo o casamento,vc perderá a guarda ,pois a maioria foge c os filhos .E as mulhers do Brasil sao independentes,isto,nao da certo.

Anônimo disse...

Casamento com brasileiro já é dificil imagine com um homem de;religiao diferente,cultura,alimentaçao,valores..etc;;caiam fora nao dá certo,eu sei o que digo,,,,

Anônimo disse...

Olá! eu acho que cada caso é um caso. Se você tiver muito receio e medo de se envolver com uma pessoa de cultura e educação totalmente diferente da sua, se você olhar pra tudo isto e vê que não suportaria, realmente, caia fora! mas, se você for compreensiva e flexível, olhar o teu futuro ao lado daquele homem, embora seja um choque cultural, vá em frente! cada pessoa sabe o que pode suportar ou não, de certa forma. Se se envolveu e quer este homem, deve-se ter um mínimo de consciência para aceitar as consequencias deste relacionamento com maturidade.Isto vale para qualquer relacionamnto independente de culturas diferentes. aqui mesmo no brasil a gente vê cada roubada... estou "namorando" um paquistanês e ele, em menos de um mês de conversa, já me explicou muito coisa e já me pediu em casamento. E eu tenho a plena consciência das consequencias e onde estou pisando. Sigo se eu quiser... vai ser e está sendo uma escolha muito delicada. abraços.

DaniMartin disse...

concordo plenamente com você!

Anônimo disse...

Por que pedem em casamento em tão pouco tempo?
Conheço um caso que veio morar na casa da futura noiva mas só ela fala português...
Que visão ele terá da família? E o chefe da casa não tem como se comunicar com ele...puxa que transtorno.

Momina Peace disse...

O conceito do Islam é isso! Por isso que é lindo e tão diferente do que acontece nas culturas ocidentais!

Os paquistaneses casam, mas pra ficarem pelo resto de suas vidas e amando, compreendendo e modificando!

Mas como nem todo relacionamento é fácil, posso dizer com categoria que com os paquistaneses tbm não é! A diferença é que quando eles amam, eles sabem lidar com as diferenças e cedem muito! E isso é o que eu posso chamar de amor!

Eu amo meu pak, estou com ele há um ano! E nem penso em me separar dele, apesar de que eu já tenha tido experiência com um brasileiro que eu fiquei por 8 anos!

Desejo à todas, muita sorte! E se gostarem dessa Relação Brasil - Paquistão, curtam essa página no facebook:

https://www.facebook.com/BrazilPakistan

Paquistanesa disse...

Com certeza Momina Peace!

Anônimo disse...

Estou conversando com um pela internet e ele é realmente um homem adorável!!!

Anônimo disse...

Eu estou namorando um Pak á quatro meses.apesar de parecer pouco tempo,mas já temos vários planos.Sou uma mulher de 27 anos e ele tem 33anos. ambos bem crescidinhos para saber o que queremos... Ele é realmente um homem extraordinário,muito carinhoso e respeitador.Nos vemos todos os dias e a cada dia estamos mais envolvidos nesse sentimento.Hoje eu espero com ansiedade o dia em que ele virá ao meu encontro,que será em breve... assim como eu ele é muito dedicado á nossa relação,tendo em vista o fuso-horário que nos atrapalha bastante,mas que não é capaz de me tirar o prazer de sua presença. Estamos fazendo de tudo para o nosso amor ser por longo prazo.Estamos aprendendo sobre nossas culturas para que não haja tanto atrito entre elas,é de certa fora até engraçado para ambos, mas focamos no objetivo final:entender e respeitar nossas diferenças....e estamos indo bem com isso. Desejo boa sorte as que encontraram o paquistanês de suas vidas,e lembrem-se:essa é uma experiência única!Eles são pessoas incríveis,maravilhosas,e se você não tem certeza do que quer,então não brinque com o sentimentos deles,pois eu garanto,eles não estão brincando de amar...é sério mesmo. E Á VOCÊ MEU FAHD,só tenho uma coisa a dizer:TE AMO MUITO,espero estar sempre em sua vida,pois você estará sempre na minha... Postarei aqui novidades de minha história com meu Pak,espero trocar experiências com vocês amigas,afinal estamos na mesma situação. abraços carinhosos á todas.

Paquistanesa disse...

Oi "Anônima"! Seja bem vinda :)

Társia Santos disse...

Realmente os Paquistaneses são incríveis... Até descobrir que me apaixonei por um e ainda por cima vai casar arranjado em breve... Quem sabe não conheça um descompromissado né mocinhas !!! Só sei dizer que eles tem uma cultura incrível e costumes que admiro muito...

catia maria disse...

Eu as vesses acho que eu estou numa roubada,estou com um pak ha nove meses ,e eu não o conheço e não o entendo ,vcs falaram coisas lindas dos seus pretendentes ,se eu falasse sobre o meu acho que ficariam chocadas .
Ele é muito reservado,extremamente calado ,não fala muito sobre a familia e nem sobre a sua vida pessoal ,sei o basico ,disse que quer casar comigo pra depois dizer que me ama e falou que importante pra ele é a familia dele eu vou ser depois de casada,e agora parou de falar comigo ,disse que só fala quando eu chegar no Paquistão,me deu uma data ,se eu não for estar tudo acabado.
O meu PAK é xiita .
Ele é machista , autoritário e rude .
como contornar isso?
Sera que é possível ?
bjs e obrigada rsrsr precisava desabafar.

Paquistanesa disse...

É. Neste caso, Cátia, você deveria ficar mais atenta sim. Não pelo fato dele ser xiita, mas esse comportamento dele não te da segurança para nada. Você, uma mulher, sozinha, não pode meter a cara em um país desconhecido assim como ele disse para então só depois ele ver se irá te amar ou não. No seu caso, pode até ser uma furada sim, já que vocês não conseguem ter uma comunicação clara e esclarecida, por conta do jeito dele. Meninas, fiquem atentas, nem tudo é flores! Beijos e voltem sempre!

Anônimo disse...

olá queridas confidentes!!! Como nem tudo são flores,eu quero desabafar algo.Estou tendo problemas com minha irmã.Ela julga muito o meu pak,diz que ele só quer se aproveitar de mim,que vai me levar para servir de empregada pra ele lá,que eu estou em uma roubada,que serei traficada,diz muito que lá as mulheres não tem valor nenhum.então eu a indaguei:Vamos á um ponto turístico de qualquer lugar do país e me mostre apenas uma prostituta paquistanesa,ou uma paquistanesa traficada,creio que dificilmente encontraria,pelo cuidado dado a elas por suas famílias.mas procure por prostitutas brasileiras em todo território terrestre que você encontrará várias.Então me diga,onde que as mulheres não tem o devido valor?Eu sou Brasileira e não estou aqui sujando o nome de meu país,mas todos sabemos que isso é fato.então ela calou-se,mas não disfarça a sua indignação para com ele.Ela fica tentando chamar a minha atenção quando eu estou com ele,faz de tudo para me atrapalhar em meu encontro que é diário mas breve,por conta do fuso.Enfim,não é preciso ler muito para entender que minha irmã está com ciúmes de mim,já discutimos por conta disso,ela não aceita que ambos nos apaixonamos pela internet,eu não tiro sua razão por vários casos que nós vemos nos noticiários de relacionamentos virtuais que acabam em tragédias. Não vou dizer que meu caso é um caso isolado,mas eu estou tomando os devidos cuidados,ele me fala muito sobre sua vida pessoal,amigos,família,trabalho, enfim,ele também sente o mesmo medo que eu,por isso eu também faço por onde ele se sentir confiante em mim.E essa é a base de qualquer relacionamento;CONFIANÇA. Á todas vocês queridas confidentes,deixo o meu muito obrigado,desejo sorte com seus amores e um beijão. até mais.

Paquistanesa disse...

Sua irmã só pode estar com ciúmes mesmo! Ela não tem base para falar essas coisas dos Paquistaneses e do Paquistão.

Anônimo disse...

olá confidentes,eu quero me identificar como Yla. Eu estou passando por uma situação no mínimo inusitada.Como eu já falei outras vezes em que eu estive de visita nesse blog(que diga-se de passagem eu amei),eu tenho um Pak á quatro meses,nós nos entendemos super bem,estamos aprendendo a cada dia mais sobre nossas culturas e idioma.No início até mímicas fazia-mos,era muito engraçado,mas hoje nos entendemos bem melhor.Mas há uma barreira gigantesca entre nós: Os seus pais. Ele me pedi para que eu tenha calma,que vai encontrar o momento e a forma certa de contar a eles que está amando uma Brasileira,e até onde eu entendo ele quer que seja no dia em que ele realmente decidir se vai se casar comigo. Ele é um homem de cabeça feita,vida instável,não está comigo por diversão(palavras dele)mas precisa desse tempo para ver se é realmente o que queremos de nossas vidas,e eu concordo com ele,mas ás vezes sinto-me como se eu fosse o homem da história...Nós sabemos o quanto paquistaneses são obedientes á seus pais.Tenho muito medo que depois de tanto esforço e amor doado,ele conte para seus pais e eles não me aceitem,o que,claro,é o esperado que aconteça no início.O que me resta é pedir calma e sabedoria á Deus para lidar com essa situação. Bjsss querida.

Anônimo disse...

olá Társia!!! Ainda á procura de um paquistanês? Tenho uma surpresa pra você... Meu paki tem um irmão solteiro e está á procura de uma namorada,mas já lhe adianto,ele quer para compromisso sério,casar mesmo.Se você acha que já é sua hora de casar então fica aqui minha dica. beijos querida!!!!

Anônimo disse...

Olá querida.Estou com um pequeno problema.Creio que achará bobagem,mas para mim a coisa é séria. Eu e meu Paki nos amamos,em relação a isso não tenho dúvidas,o problema é que as vezes eu sinto como se o meu sentimento fosse anos luz á mais que o dele.Quando estamos juntos é maravilhoso,mas quando ele se vai... se passarmos uma semana sem se ver é uma semana sem notícias dele,nem uma mensagem sequer...Ele diz que é louco por mim,que quer casar mas tem problemas com demostrações de afeto.Creio que isso seja pela criação,cultura diferente.A questão é:Como eu posso fazer pra tentar mudar isso? E olha que eu já conversei sobre isso com ele. Desde já meu muito obrigado. bjs

catia maria disse...

Amiga anonima isso não é um privilégio só seu ,eu vivo o mesmo dilema o meu amor ficou 8 meses sem falar praticamente nada comigo, só me analizando ,do nada começou a mim xingar de forma grosseira e rude, após descarregar a sua fúria a sua ira me pediu em casamento.
A forma que conduzem tudo é surreal,é incompriencivel, na nossa cultura é algo inimaginável, transcende qualquer entendimento.
As vezes me encontro só na minha angustia e o procuro pra ter certeza que esta lá e sempre estar, isso me tranquiliza porque sempre improvisa um jeito de me dizer que esta comigo em pequenos gestos, e me mostrando que o compromisso assumido entre nós ainda esta de pé
Eu uso o skype pra falar com ele ,ele o deixa on 24 horas e sempre que escrevo mesmo sem me responder eu sei que esta lá lendo tudo que eu escrevo .
Me disse que não falaria mais comigo,como coisa que era assíduo kkkk até chegar o prazo que me deu de dois meses que é em 14/02
pra estar no Paquistão e casar com ele.
Pra mim é muito difícil,estou pensando em ir como um passeio turístico qualquer, vou analizar tudo e só então decido, acho que ainda teremos muito o que discutir mais já sei diante mão que não vai ser nada fácil porque ele é uma pessoa extremamente difícil .
Obrigada meninas bjs eu espero ter sido de alguma valia ,eu queria ter a segurança que vc tem referente reciprocidade do seu amor .

Anônimo disse...

E aconteceu comigo...Meu amor me contou que está sendo pressionado a um casamento arranjado,mas ele não quer esse casamento e disse que vai lutar por nosso amor.Por favor,me ajudem. beijos e desde já meu muito obrigado.

Anônimo disse...

olá Paquistanesa,por favor,me ajude,como eu posso ajudar meu Paki a convencer aos seus pais que ele não quer o tal casamento arranjado?ele está muito estressado com essa situação mas não consegue pensar em uma saída. beijos,obrigado.

Paquistanesa disse...

Anônima, os pais do seu paquistanês, já lhe conhece? Essa situação é muito delicada. O que ele poderia fazer era te apresentar para os pais dele, ressaltar suas qualidades, tentar convencer eles te aceitarem. É difícil eu responder isso, porque cada caso é diferente. Entende querida?

Anônimo disse...

olá Paquistanesa,meu Paki falou sobre nós,sobre o sentimento que tem por mim,mostrou fotos minhas para seus pais e eu também dei essa ideia de ressaltar qualidades,em pequenos gestos e comentários,eu disse que aos poucos nós conseguiremos contornar isso,mas os pais dele não deram muita importância pra mim.O meu pai também não aceitava meu relacionamento com o Paki,mas aos poucos eu consegui fazer com que meu pai aceitasse ele,mas no caso dele é bem mais complicado por causa da cultura.Ele diz ter se entregado completamente a mim e está dividido entre o meu amor e o amor de seus pais,mas não quer se casar com a tal moça,o problema é convencer os pais dele dessa decisão que ele tomou.Que Allah tome conta de nosso amor,se tiver escrito,então será... Beijos querida Paquistanesa e muito obrigado. postarei novidades.

Paquistanesa disse...

Vocês estão no caminho! Eu vou torcer para que dê certo! Volte mais vezes xuxu!

Anônimo disse...

Que fofo voces descrevendo um paki!!Espero encontrar um homem bacana assim aqui mesmo no Brasil, mas acho maravilhoso a coragem de vocês e SUPER APOIO!Os paquistaneses sao homens incríveis!Boa sorte a todas,coloquem nas mãos de Deus!
Ana

Anônimo disse...

olá querida Catia Maria,me chamo Yla e postei alguns dilemas que eu estou vivendo com meu Paki. Eu gostaria muito de trocar experiências com você,já que estamos na mesma situação.Se possível eu gostaria que me enviasse seu e-maill para que nós possamos conversar melhor sobre nossos amores do oriente.Desde já muito obrigado. beijos querida.

catia maria disse...

Ola queridas .

É um prazer enorme estar aqui,obrigada Paquistanesa pela oportunidade e pela simpatia e carinho com que nós recebe e compartilha conosco ,é um prazer trocar ideias e experiencias com vcs isso me ajuda muito, tem enriquecido a minha vida eu sou grata pela oportunidade os meus contatos são :catia.maria.araujo1@gmail e skype catia.tamasiro
bjsss e até a proxima

Anônimo disse...

COMO CASAR COM UM PAK AQUI NO BRASIL?QUAIS OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ELE E ELA?

Anônimo disse...

Ola,

Sou separada, tenho 03 filhos e fui pedida em casamento por um
pak.. mais novo do que eu 03 anos!!!
Isso é serio?

leiliane costa disse...

olá amigas,hoje eu venho para cumprir a promessa de dar-lhes novidades sobre a minha história com meu Paki. Infelismente não tenho boas notícias,nós dois lutamos o tanto que podemos ,mas não teve jeito,perdi o meu delicinha para um casamento arranjado.Foram dois meses de incansáveis tentativas para a desistência do NEGÓCIO,mas como já tinha sido feito,voltar atrás com a decisão seria vergonhoso para a família dele,questão de honra apenas,que absurdo! Então tivemos esse tempo para despedirmos de nosso amor,tudo muito triste,mas não havia outra coisa a fazer a não ser aceitar nossa triste realidade.Hoje a família dele sabe que o nosso amor era e é verdadeiro,me pedirão perdão,mas já estava feito,não podiam desistir e Delicinha como todo bom filho muçulmano teve uma única opção;OBEDECER AOS PAIS. Nosso último encontro foi na quarta-feira,foi muito sofrido,só nós sabemos a dor que sentimos em ser arrancados um do outro,mas é a cultura dele,e Allah quis assim. Mas seguiremos como amigos,sem perder contato.Me apaixonar por Fahd foi muito rápido,muito intenso,mas fazer o caminho de volta será lento e dolorido.como seremos apenas amigos se nos amamos? .É foda mesmo... Meu desejo é que ele seja feliz,que ele tenha a sabedoria e perseverança para conduzir esse relacionamento,afinal,não há mais nada a fazer. HOJE É O CASAMENTO PRINCIPAL DELE. Felicidades meu Delicinha,mesmo que não seja do meu lado.Essa é a prova do meu mor incondicional. bjs Paquistanesa e muito obg por seus conselhos.

Baby disse...

Infelizmente me envolvi com um pak,no inicio me pareceu sincero e carinhoso,mas n éra o q. e esperava,ele me fez sofrer porque sumia às x e dizia estar c muito trabalho. Isso dureo uns dois anos, nesse meio tempo nos separamos e voltamos,nunca acreditei em seus sentimentos, pq ele n abriaqse nada p mim de sua vida,enfim, voltamos a ter contato, mas ele continua o mesmo, vou desistir pq. ele so quiz se divertir comigo e brincar c meus sentimentos, n dei sorte c meu pak, tento esquecê-lo mas n consigo deletá-lo, é isso que quero fazer, pois sei q. nunca o terei p mim, ele me enrola c palavras.

SUELLEN FERREIRA disse...

Minha amiga se relaciona pela internet com um paki a 3 meses e está apaixonada, eu recentemente acabei conhecendo um paki de 36 anos que disse já ter se relacionado por 8 anos a distancia com uma Australiana. Eu estou um pouco insegura ainda, ele é muito doce e gentil, me trata muito bem e me chama de BOSS kkkkkkk. Nos falamos todos os dias, sempre ele esta em seu trabalho e trocamos sms toda noite. Ele sempre me pergunta coisas sobre meu relacionamento anterior mas não fala muito de sua vida, me manda fotos todos os dias, me diz coisas que toda mulher gostaria de ouvir, mas quando pergunto sobre os planos de nos conhecermos ele diz que ainda esta cedo e que estamos nos conhecendo ainda. Ele sempre me fala de sua religião, me conta sobre o que é certo e errado e etc... Meu paki sofreu um acidente em 2000 e perdeu um braço, eu o vejo como uma pessoa normal e sempre que estou com ele no skype não reparo e nem lembro que ele só tem um braço, acho ele incrível e meigo, me manda beijos o tempo todo e jamais me criticou por algo. Amigas eu já nao sei o que fazer e o que pensar, pois moro atualmente nos EUA e sei que será muito dificil ele conseguir um visto para me ver e eu tenho um certo medo de me aventurar no Paquistão! Ele não tem interesse em morar nos EUA e isso me preocupa!! aff precisava desabafar!

Anônimo disse...

Bom dia ! Paquistanesa gostaria de dividir algo com vocês: Meu nome é Janaina , conheci um paquistanês no dia 30/05 nos vimos pelo skype pela primeira vez neste dia. O conheci em um site de relacionamento meet me,no perfil dele ele já colocou " Sou honesto carinhoso e amoroso , gostaria de conhecer uma mulher honesta ,amorosa e carinhosa.
No primeiro dia me disse que quer que eu vá para o Reino Unido , onde ele mora, disse que quer que eu vá para viver com ele, todo dia ele me pergunta quando eu vou, me falou que podemos arranjar um emprego para mim lá , depois que eu for para lá ele poderá viver aqui no Brasil comigo, pois ele sabe que tenho 3 filhos e sou divorciada, quando perguntei a primeira vez sobre a familia dele, disse que nós viveriamos no ;Reino Unido entao a familia dele nao saberia de nada, ontem perguntei novamente, ele disse que quer ficar comigo 2 anos , volta para o pais dele para visitar a familia 1 ou 2 meses e depois volta para mim,então perguntei a ele se ele quer ficar comigo a vida toda como ele disse nao quer que a familia me conheça? ele me disse que sim mas quando nós quisermos nao cedo, nao entendi nada, mas pelo que entendi ele quer me esconder da familia dele, quando perguntei se a familia dele pode me aceitar ele me disse : eu disse a voce que vamos viver aqui. Sinceramente estou confusa sobre realmente o que ele quer , está indo rápido demais, questionei a ele porque tem que ser eu , poderia ser uma do mesmo País que ele vive, me disse que nao encontrou uma mulher honesta e carinhosa como eu . Gostaria da opinião de vocês,porque está muito estranho. Tenho 38 anos e ele tem 32 , foi o que ele disse.

paquistanesa ocidental disse...

Janaina, vai com calma. Acho que está muito cedo pra pensar em viver juntos. Parece até uma atitude desesperada da parte dele!

Anônimo disse...


Adorei seu blog, é muito bom ter com quem partilhar essa situação.
A propósito descobri que meu paki é casado no País dele e por isso quer que eu vá viver com ele no Reino Unido,realmente eles são muito sinceros, ele mesmo quem me contou, disse que o casamento foi arranjado e nao há amor no casamento, a esposa vive com o pai.


Janaina

paquistanesa ocidental disse...

Sério? E agora? O que você está pensando em fazer?

Anônimo disse...

Bom dia ! A princípio fiquei chocada! mas vi que realmente ele está sendo muito sincero comigo, todos os dias conversamos pelo skype cerca de 3 horas, ele me respeita muito , o que me encanta, acho que todas conhecem os homens da internet , principalmente os indianos que mal vêem você dizem: I want to see,uma tremenda roubada a maioria; ele não vê a esposa 4 anos, viveu 10 anos em Dubai sozinho. Quando escrevi a você pensei de tudo, em tráfico humano, maníaco da internet , porque realmente concordo com você ele está desesperado,mas realmente todas tem razão; como ele não é diferente é um homem encantador!mas penso mais em ir pela oportunidade de ganhar um bom salário lá, penso em resolver algumas coisas aqui, e se tudo der certo e resolver ir mesmo, porque tenho que pensar muito em tudo antes, não me decidi ainda,penso em ir com uma amiga ,com dinheiro suficiente para conseguir alugar uma casa , pagar a comida por um tempo , caso não consiga emprego, , e aproveitar a oportunidade.
Falei com ele e até concordou que minha amiga fosse, mas ele insiste muito para não me preocupar se eu não conseguir arrumar trabalho porque ele estará lá. Não me sinto bem com o fato de ele ser casado no País dele, mas nós sabemos como é um casamento arranjado e se realmente ele gostasse da esposa, não viveria longe dela tanto tempo, ele me disse que ela também não gosta dele, isso não dá para saber se é verdade ou não, na verdade penso mais na oportunidade de ter um salário melhor do que aqui.
Simplesmente tive filho cedo demais ,casei tive mais dois filhos , agora que consegui cursar uma faculdade, mas estou divorciada e só terei retorno daqui 3 anos, então me animei com a possibilidade, mas vou pensar muito, até lá procurar conhecê-lo um pouco mais e ver o que realmente ele quer. Mas conforme surjam novidades divido-as com vocês sem dúvidas, é bom de repente alguém na mesma situação pode refletir!!

Ah me desculpe pelo texto tão extenso !! é que acho importante contar tudo em detalhes. Obrigada mais uma vez pela atenção e pelo carinho.

Beijos à todas

Janaina

Janaina disse...

Paquistanesa ,gostaria de saber se em seu blog há algo sobre os costumes do Paquistão,como por exemplo , na Índia não usam sabonetes para lavarem as mãos,algo assim muito dferente da nossa cultura.

paquistanesa ocidental disse...

Janaina, então vai em frente e sempre nos mantenha informadas! :)

Não tenho um post próprio só de costumes paquistanês, boa idéia!

Seja bem vinda xuxu!

Super beijo.

Janaina disse...

Obrigada pelo carinho! Sempre as manterei informadas! Ele está tão desesperado para que eu vá que até me ofereceu dinheiro, claro não aceitei.


Beijos!

Anônimo disse...

Olá,minha situação prece ser a pior de todas...sou casada...23 anos de um casamento muito feliz, mas claro caído na rotina. Há 1 mês, do nada apareceu no meu Face um homem me pedindo para conversar, como isso nunca tinha acontecido antes, falei: sorry I don´t speak english...e no outro dia ele me aparece de novo, dizendo: voce fala sim, e perguntando de que pais eu era, respondi sem o menor interesse e quando ele falou que morava em Doha, imediatamente me lembrei de uma viagem que fiz para Dubai, e paramos em Doha, e ai perguntei: Doha fica próximo a Dubai? e aí a conversa prossegue até hoje...estou muito apaixonada e vcs. não vão acreditar...passagem comprada para conhecê-lo em Dubai em Agosto...morrendo de medo e de vontade...parece ser um homem maravilhoso, preocupado comigo, fica triste qdo. demoro a responder...Sinceramente não sei o que irá acontecer...Desculpa pelo desabafo...Darei notícias...

paquistanesa ocidental disse...

Ai que saco! Sem querer eu exclui o comentário de outra "anônima"! Meninas, Por favor escrevam o nome ou um apelido para comentar, assim fica mais fácil eu responder. To chamando todo mundo de "oi anônimo". Huahauhua

Anônimo disse...

olá paquistanesa estou com um paki a um tempo pela a net,ele diz que me ama e tudo mais nos falamos pelo skype e tudo ele diz ue quer se casar comigo aaqui no brasil mas os pais dele não querem que ele venha...o que eu faço .amo ele demais e sei que ele me ama também.

Anônimo disse...

Oi menina acabei de achar esse fantástico blog e adorei por saber q tem pessoas passando pela minha situação.
Podem me chamar de Sol, conheci o JK em um chat onde fico com amigos, no começo era tudo uma brincadeira da minha parte, mais acabamos por ficarmos horas o dia inteiro juntos no skype nos vemos todos os dias q eu estou de folga, ele está sempre me esperando já a 2 meses isso, amo de paixão a companhia dele, mais ele tem sempre me cobrado q eu vá ao pakistao , falei q estou de férias o ano q vem confesso q estou com muito medo até por ter lido q o pakistao não é um lugar bom para uma mulher viver, sem contar q os pais dele é uma família muito religiosa estão em ramadan ele me mandou ler mais sobre o ramadan e eu pude compreender mais sobre a religião deles, estou com medo mais ao mesmo tempo encantada pelo carinho e atenção q ele me dá, vou ficar aqui com vcs e pedir orientação bjus a todas e boa sorte para nós

Anônimo disse...

Eu fui pedida em casamento por um Pak de 36 anos, viúvo. Ele tem uma filha de mais ou menos 7 anos. Ele é extremamente respeitador,carinhoso e amável. Mas deixou bem claro que eu tenho que me converter a sua religião, mas eu nem penso nisso.Estou tentando ter somente uma amizade, mas está difícil,pois ele sempre diz que quer se casar comigo.

Anônimo disse...

Oi,sou anônima do comentário acima, como eu disse o meu Pak é viúvo e tem uma filha ele mora em Dubai. Gostaria de saber como seria a minha situação em relação a filha e a família dele.Tenho muita insegurança em relação a isso pois não conheço a cultura. Por favor me ajude! Obrigada.

Anônimo disse...

Meu de DEUS,quantas mulheres apaixonadas por um Pak e eu mais uma...ha dois meses conheci um,onde desde o começo ele sabe que eu sou casada e tenho 3 filhos.diz a mim que acredita e nosso amor,e me pediu 3 anos para vir até a mim,isso como uma promessa...as vezes acho isso impossível,por outro lado percebo que ele sente a minha falta,e diz que um dia o mundo todo vai saber do nosso amor...não consigo imaginar que tudo que ele me diz é mentira,pois teria que ser um bom ator para encenar tão bem,porém tenho consciência de que não vai ser fácil viver esse amor....uma brasileira apaixonada....

Anônimo disse...

gente alguém poderia me ajudar? o meu cunhado esta no brasil e ele e paquistaneses e esta com o visto de um mês como faço para ele ficar no brasil e pegar um visto pois ele quer trabalhar e ficar no brasil, se alguém poder me ajudar como eu faço por favor

Anônimo disse...

Olá queridas,

Li todos os comentários com muita atenção e realmente são histórias impressionantes. Eu também tenho uma pra contar....Eu conheci meu Pak pela internet, e em duas semanas já fui pedida em casamento. Porém uma coisa me chamou atenção, ele usava uma aliança no dedo esquerdo e depois que eu questionei sobre o referido anel, ele me disse que era por causa da religião dele que é o Islam. Eu fiquei muito triste, pois não acreditei no que ele falou. Ele tirou o anel do dedo e jogou longe com a webcam ligada. E pediu que eu acreditasse nele, pois ele nunca se casou na vida. Ele é muito carinhoso, atencioso e amoroso comigo. É meu principe encantado....rs. Porém essa história da aliança me deixou um pouco intrigada....será que eu devo confiar nele??? beijos a todas!! Gi....

Janaina disse...

Boa noite meninas! Gostaria de contar minha história com o paki do Reino Unido. De vez em quando ainda me manda msg para saber como estou mas decidi não ficar com ele como disse a
Khadija viver em segredo com um paki é uma furada.

Anônimo disse...

Ola tenho muito medo,mas com todos esses comentario a respeito dos paki estou mais segura

Anônimo disse...

Realmente eles parecem serem homens bem serio

Samira Abreu disse...

Oi flor adorei o post, eu conheci um paki pelo face e ele foi logo dizendo q me ama e q sou namorada dele no começo achei estranho, ate tratava ele um pouco com indiferença .... mas agora gosto muito dele... ele me conquistou com seu jeito romântico e atencioso ... só q tenho um pouco d medo pq umas pessoas falam mal e outras super bem .... queria entender um pouco mais sobre a religião deles pq sou evangélica e quero deixar tudo bem esclarecido :)
Alguém com algum caso parecido com o meu se comunique comigo por email?
Email: samiira.abreu@hotmail.com

Bjuuus :*

Anônimo disse...

Nossa to passada gente estou no mesmo dilema será que isso é uma rede só pode as história são praticamente parecidas, promessas,eu te amo quero te ver na webcam você é minha vida, já colocou um par de alianças no nossos bate papo que eu sou sua esposa e enfim muita coisa,e confesso que estou muito apaixonada divorciada a 5 anos sozinha ai você podem imaginar fui presa fácil.

Anônimo disse...

Ola meninas, eu tenho 19 e conheci um paquistanês também, num site de estrangeiros, quando eu comecei a falar com entre foi tão espontâneo eu não quis saber de falar com mais ninguém. É muito fácil falar eu te ami para ele, é tão doc educado e e lindo. Enfim, eu queria muito de verdade v que ele fosse brasileiro e de preferência, meu vizinho, pq é um relacionamento que não vai dar certo :/ eu sou evangélica e n posso abrir mão da, minha religiao , nunca falamos sobre isso mas tenho certeza q ele tbm não abriria mão do islã. Eu só queria ter forças pra me afastar dele nas simplesmente n consigo :(

Anônimo disse...

Gente eu amei.. seu blog e espero achar uma solução para mim...
Há um mês conheci um paki pelo Facebook ele mandou convite e eu adicionei a curiosidade falou mais alto, desde então a gente se fala eu não entendo inglês mais vou no tradutor que e bem pratico.. no começo eu senti que ele queria apenas se divertir começou a falar coisa e eu ate que deixei a imaginação dele fluir.. ate porque ele não me conhece e não corro perigo algum detalhe"sou casada a 15 anos" tenho 33 anos vivo um casamento bom amo meu marido.. mais mesmo assim fui curiosa em falar com outra cultura.. os dias foram passando a gente vive conversando... ele sabe que sou casada, mas ele começou a conversar sobre casamento eu me assustei, e disse que seria impossível mandei muitas fotos minhas a ele, ele me fala tanta coisa bonita coisas que homens brasileiros não falam eu acordo com msg de bom dia minha vida, eu não consigo viver sem você...agora la vem o dilema ele disse que falou com os pais dele eu não entendi o porque ai fui fazer uma pesquisa os pais tem que dar consentimento ao filho, ele disse que a mãe dele gostou muito de mim e me convidou para ir para o paquistanês, eu achei isso muito lindo, mais acho que ta indo tudo muito rápido. Nos nos falamos todos os dias ele fala que me ama todo tempo, só que eu fiquei balançada mais sei que meu lugar e aqui.. eu ate tentei excluir ele falei minha situação.. ele implorou para mim não fazer isso a vida dele nao teria sentindo...como esta sendo difícil isso tudo.. apesar de ser casada gosto dos dois, eu pergunto se ele não tem nenhuma pretendente ele diz que não que vai me esperar quer mandar carta convite do país dele...Gente me ajudem o que faço agora?

Anônimo disse...

Lis: pessoal, as estórias são parecidas, mas me parece que nenhuma de nós foi em frente para ver se a coisa é "real" ou não, não é mesmo? Adoraria ver o comentário de alguém que efetivamente casou com um paqui, aqui no Brasil ou que foi para lá. Só o que sabemos é que é dificil, que parecem homens "perfeitos", românticos e cavalheiros.....complicado, né? Até aqui estamos com medo do conto de fadas, mas será que isto existe?

Aisha disse...

gostaria de saber de algumas irmas brasileira casadas com paquistanes que moro no paquistao gostaria de saber como e viver no paquistao

Anônimo disse...

Também gosto de um pak, mas tenho empresa aqui no Brasil e ele trabalha no ramo da minha empresa. O que faço, trago ele pra cá ou largo a empresa e vou pra lá?

brasileira apaixonada por pak disse...

Meu pak vei para o Brasil atras de emprego. ,agora trabalhamos juntos ele e um amo de pessoa so que tem um problema que mim encomoda muito ele quer encontra com migo as escondidas pois nao gosta dos comentários dos seus amigos .Estamos juntos a 3 meses e5 dias ele ja mim pediu em ccasamento. So que como vamos casar se ele que fika so nas escondidas
Mim ilumina ai gente pois tol confusa
Ps :descupa pelo erros gramaticais

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Vanessa, tenho 36 anos, solteira e sem filhos. Um paki de 24 anos me adicionou no Facebook ontem e conversamos o dia todo. Eu perguntei muitas coisas sobre a cultura dele e uma delas foi sobre a aliança de casamento. Ele me explicou que no Paquistão as pessoas casadas usam anel na mão esquerda. Estou contando isso porque vi uma amiga falando sobre isso mais acima. Ele é muito gato e amável, e já falou que está procurando a mulher certa pra casar, disse que ainda não encontrou por lá, que ele quer uma mulher de mente aberta e que não se importa de eu ser evangélica, mas me falou que eu teria que usar véu na cabeça se morasse no país dele. Eu tenho os dois pés atrás com esses homens do Oriente, já estive no Egito e percebi como eles tem a lábia para nos cativar. Acompanho vários blogs de mulheres que casaram com Egípcios , Paquistaneses e Turcos e elas costumam contar as mesmas histórias: que mulher não sai de casa sem cobrir os cabelos, que não podem falar com outros homens, que não podem nem ir ao mercado sem o marido junto, e...(continua)

Anônimo disse...

... que quando vão em casa de amigos, as mulheres ficam conversando com as mulheres na sala, e os homens ficam fumando e conversando em todo o resto da casa; eles não se reúnem todos juntos como nós. Essas mesmas blogueiras alertam que viver no país deles está sendo muito difícil, então eles estão desesperados por mulheres ocidentais para se casar pra conseguir o visto mais fácil e poder viver fora do Paquistão. Brasileiras no Oriente tem fala de serem mulheres fáceis e extremamente carentes e com fetiche em gringo, já que os homens brasileiros não são tão carinhosos. Muçulmanos não suportam reprovação da família então não confie nos que se rebelam contra casamento arranjado, ele não vai te assumir. E a religião permite que eles batam em mulher desobediente, só pra informar. Se ele te pedir dinheiro, corra!

Jani disse...

Ou esses paquistaneses sao muito carentes ou nos brasileiras,sou casada a 15 anos,meu casamento caiu numa rotina profunda,tenho 36 anos e nao tenho filhos.Tenho falado fazem 2 meses com um pakis de 22 anos muito lindo,ele nao sabe que sou casada e nao tenho coragem de falar porque estou apaixonada por ele e tenho medo que nao me queira mais.Ele diz que me ama e assim que terminar a faculdade de engenharia e arrumar um emprego vai vir me ver no Brazil,penso em deixar meu marido que nao sei se amo mais para viver esse romance,nos falamos todos os dias e nos vemos ao finais de semana pela skype.Tenho medo de joagar meu casamento pro alto e nao dar certo com meu pakis,apesar dele sempre me falar que nao importa de eu ser mais velha tenhon medo que nossa diferença de idade venha a ser um empecilho.O que faço?Estou sem rumo..

Gilvana Carolina Nagkahmoura disse...

estou passando por uma situaçao igual de muitas outras brasileiras ,, mando ou nao mando a carta convite ,,, me arrrisco , ou nessa aventura desse choque cultural ,, afinal ouvimos tantas coisas ,, as histórias q dao certo nos fazem até mesmo suspirar sozinha por aí ,, imaginando que as nossas sejam igualzinhas ou melhores ,, mas , porém , as q nao dão certo nos fazem temer ,, e até recuar ,,mas entre a razão e a emoção agente vai tecendo nossas histórias ,, eu sou mais uma BRAZILEIRA Q ADMIRA RESPEITA , E ATÉ MESMO SE FASCINA COIM ESSES PAK ,,

Lia disse...

#AMEI a matéria, bem proveitosa!!! <3

Anônimo disse...

Olá Paquistanesa Ocidental, olá meninas!

Estou impressionada com a quantidade de mulheres passando pela mesma situação. E como as histórias são parecidas! Me chamo Annie e assim como vcs estou vivendo uma louca história de amor com um paki. Ainda não sei o que pensar nem o que fazer, pois tenho visto tantos comentários em tantos lugares, uns falando tantas coisas maravilhosas e outros relatando coisas tão horríveis... Vou criar coragem qualquer dia desses e contar tbm a minha história. Quem sabe vcs possam me ajudar a enxergar o que eu não estou enxergando, por estar tão apaixonada. Enquanto isso vou me inspirando nas histórias de vcs.

Beijos a todas!

Anônimo disse...

Boa madrugada. Eu pensei que esses casos fossem raros de acontecer. Tão raro que estou aqui também. Quantas histórias parecidas com a minha. Este é o meu caso.
Recebi o convite pelo face de um pak também. Recusei e ele add de novo. Recusei novamente. Mais a 2 semanas atrás ele me add no Skype. Como ele me encontrou? Não sei. Mais reconheci pela foto que era o mesmo do face. Nos falamos. Com ajuda do tradutor e confesso que o meu inglês melhorou muito. Ele tem 30 anos e disse que é divorciado e tem 2 filhos. Porém sou casada e tenho 2 filhos tbm. E nunca escondi isso dele. Não o conheço muito bem. Mais já estou um pouco alegre (até demais ) com essa amizade. Ele diz coisas maravilhosas. Quer vir para o Brasil me conhecer. É incrível Pq eu não acredito. E muito pouco tempo. Mais vendo os comentários de vcs. Isso pode ser sério. Meu casamento não vai muito bem. E ele sempre diz que precisamos confiar. Ele deve conversar com muitas mulheres. Mas me chama no Skype toda hora. E necessário desconectar e silenciar o Facebook para meu marido não desconfiar. Por que o pak não tá nem aí. Enfim meninas é somente um desabafo. Boa sorte pra todas. Estarei sempre aqui pra ver os comentários. E se eu tiver novidades eu comento tbm. Bjos.

Anônimo disse...

OI MENINAS , AMEI O BLOG ! MEU NOME É LINDA E EU CONHECI UM PAKI NA INTERNET , MAIS EU TENHO MEDO PQ ELE JÁ DIZ QUE MIM AMA E QUE SE APAIXONOU POR MIM DESDE QUE VIO MINHA FOTO, SÓ QUE ELE QUER QUE EU VÁ PARA O PAKISTÃO E QUER CASAR COMIGO , SÓ QUE ESTAR TUDO MUITO RÁPIDO E EU NÃO SEI SE ELE ESTAR FALANDO A VERDADE O NOME DELE É "ALI BUTT" ! EU ESTOU COMECANDO A GOSTAR DELE O QUE FAÇO , POIS TENHO UM NAMORADO AQUI NO BRASIL E AGORA ..

Anônimo disse...

ola meninas passei por este blog e vi todos comentários , quero partilhar minha experiencia com vocês eu sou de mocambique mas estou a viver na africa do sul, estou num relacionamento com um pak há sensivelmente 3 anos,meninas não se preocupem com os casamentos arranjados, isso e cultura deles não facam pressão, o meu marido também foi forcado a um casamento arranjado na altura ele foi casou e voltou, depois casou comigo vive comigo aqui na africa do sul e vai 1vez por ano para paquistao para visitar a família e fica pouco tempo 1 mês ou mês e meio,ele e muito amoroso,carinhoso,antecioso comigo que eu nem me ralo quando ele vai visitar a família, e com certesa a outra também depois de ter casado comigo levou me a paquistao para conhecer a família...eles são assim aquele casamento arranjado não tem como fugirem...ele veem de uma família de 3 irmaos ,todos eles tem casamentos arranjados no paquistao e todos eles tem o segundo casamento e vivem com as 2as esposas fora do paquistao porque a 1a fica no paquistao para cuidar principalmente dos pais por isso que são os pais a arrajarem os casamentos.... mais vale estar com um homem que sabemos a verdade do que aquele que nos prega cornos todos os dias....sejam felizes eles são anteciosos e justos

Sana Maya disse...

Meu nome é Sandra, minha história é essa...deixei meu casamento de 15 anos por amor a um Paki, tenho dois filhos, ele 20 anos mais novo que eu, nos apaixonamos perdidamente, e isso tem quase um ano, é como dar um tiro no escuro, pois é, foi isso que fiz, nos vemos o tempo todo, pensei em deixa-lo, ele quis se matar, voltei pois o amo, apesar dele morar separado dos pais, ainda é dependente pois não trabalha, mas faz planos para vir ao Brasil e se casar comigo, tenho medo que isso não aconteça, como disse, dei um tiro no escuro e acertei em mim mesma, estou sofrendo, não sei o que fazer, me ajudem, quero ser feliz com ele, isso é possível?

Anônimo disse...

Nossa adorei este blog
Gente estou na mesma, tenho 23 anos tenho 2 filhos e sou separada estou a 5 meses com um pai, meu amor, ele quer vim ao Brasil, mim enviou seu currículo e fala que se consseguir emprego vem de vêz para nos casar, eu o amo muito mais tenho medo de não mim acostumar com seus costumes religião e etc...
É isso gente eu precisava falar!!

Anônimo disse...

dilema

Anônimo disse...

Bom ele me adiconou no face depois de 3 dias me amava nos outros dias fotos e depois fotos nuas e casamento, em seguida sexo virtual,já o questionei ele mais novo eu 35 ele 22 e muitooo bonito ja tentei da um fim ele não aceita diz que me ama e eu sou a vida dele e bla bla fiz um fack no face tambem a mesma coisa com o fack que o coração dele tem dono e que a namorada e o amor e a vida dele ,eu não sinto amor mais adoro o paparico se isso tudo fosse verdade dele amaria nossa e como poderia ate chegar a ama-lo mais o receio e maior ate propus a ele o casamento o visto para o brasil mas como amiga ele disse que não... que quer ser feliz comigo mas como pode um garoto querer ficar com uma mulher mais velha e não tão bonita ja que no pais dele o paquistão os meninos não se casam com pessoas mais velhas e o tanto de mulher linda.Ora eu não sou burra mais vou deixando rolar eu tenho quase certeza que oque vem da parti dele e putaria mas eu me pergunto pra que essa insistencia essa mentira isso tudo so pra me ver nua e fazer oque ele me pedi.Ele diz me ama e que morreria sem o deixasse caramba para seja sincero comigo falei isso pra ele hoje quer vim para o brasil do todo apoio quer so se aproveitar eu penso umas mil vezes ate me decidir a parar pos eu estou gostando da atençao mas diz a verdade seja sincero
E ai meninas me ajudem nesse dilema: oque quer esse pakin

Carol disse...

Olá... alguém sabe ou já se casou aqui no Brasil por procuração? Poderiam me ajudar?

Anônimo disse...

Eu to BESTA com a quantidade de mulher que está caindo na labia desses senhores. SOCORRO. :(

Anônimo disse...

Estou na dúvida do anel pq converso com um cara que falou que não é casado mas é é usa anel na mão esquerda, sei lá já me questionei várias vezes se o caso ficar sério realmente pq ele falou que me amava e que viria pro Brasil ele canta ra mim é um doce mais como já estou calejada com galanteador fico com pé bem atrás ele está sendo um adorável passa tempo, já me vi iludida nos meus devaneios, mas é tanta coisa que teria que acontecer uma dela ele vim pra cá, não abriria mão do cristianismo e nem da minha liberdade ser cuidada deve ser muito bom mas eu prefiro mandar a obedecer, ele teria que entrar na minha vida e não eu na dele.
Afiiii meninas vivemos em mundos diferente, acho muito difícil viver privada de tantas coisas que pra nós é comum e pq não tem tantas mulheres no face e as poucas cobrem a cara são proibidas? Mas que ele é encantador fiz um perfil falso ele adicionou má não conversa com a suposta outra então fico nessa se o que ele escreve é real ...Mas em fim vamos viver e se cuidar, babá caso é sacadas existe em todo lugar e se vc está carente como eu presa fácil, mas esmola de mais pode desconfiar, juízo e se cuidem nenhum lugar é como nosso lar, amo o Brasil !!!!

Anônimo disse...

Tô besta! Achei que minha situação fosse incomum, mas pesquisando um pouco mais sobre os paquistaneses achei este site. Vou compartilhar um pouco sobre minha situação com vocês e depois quero comentários que me ajudem a tomar uma decisão.  Eu comecei a namorar com um brasileiro muito cedo, com 17 anos, relacionamento que durou até 3 meses atrás( 6 anos de namoro e 5 de união estável sem filhos). Eu ainda tenho um sentimento muito forte pelo meu ex e ele por mim, até porque o relacionamento acabou por incompatibilidade, éramos jovens e amadurecemos.  Com isto as ideias e desejos mudaram e achamos melhor terminar. O que tem a ver?  Em meio a tanto sofrimento(nunca sofri tanto na minha vida, achei que ia morrer de tanta tristeza) pedi a Deus que mandasse um sinal da decisão certa a tomar e eis que surge do nada o meu paquistanês.
Um pedido de amizade no facebook, não o conhecia e jamais aceitaria em outra ocasião, apenas vi que tinha minha irmã nos amigos em comum e aceitei, já que ela trabalha em uma rede de hotéis e tem muitos estrangeiros no seu facebook. Ele puxou assunto e começamos a conversar, eu ri muito dele porque achei que era alguém se passando por "gringo". Duvidei dele e bati o pé que ele estava tentando me enganar, com más intenções, que o perfil era "fake" e que não era boba de acreditar.  Até então não tinha falado nada demais, só queria amizade. De tanto infernizar a pessoa,  me confessou que o perfil era falso (em partes, os dados eram verdadeiros, só não tinha seus contatos e informações mais detalhadas), resumindo, pra se divertir com a mulherada. Então mandou o convite do perfil original e eu aceitei, desconfiando ainda já que é simplesmente lindo, com um olhar que invade a alma, afff. Então começamos a conversar pelo Skype, Messenger, whats App, IMO... E o tempo todo, já que estava de férias e me fazia muito bem conversar com ele. Um homem de 25 anos bem resolvido, parece muito bem saber o que quer, bonito, inteligente, fala três idiomas e já está aprendendo português, totalmente independente, de boa formação e com bom emprego de chefe em um escritório de engenharia com sede na Arábia Saudita. Trabalha 6 meses na Arábia e 6 meses em Dubai. Conversa vai, conversa vem ele diz me amar, disse que procurava uma esposa brasileira(Queria casar com uma brasileira, pois são mulheres sexy) e que eu seria a pessoa por quem se apaixonou(a única ). Diz me amar porque me acha bonita, inteligente,  não tenho vergonha de falar o que penso e acha admirável eu ser independente. Tudo que eu falo ou faço parece o impressionar.
Ao contrário de muitos relatos aqui lidos, ele me dá toda atenção do mundo, me acorda com bom dia, nos falamos durante todo o dia através de mensagens,  e no skype no meu horário de almoço e no final de semana inteiro, é extremamente romântico, diz que cozinha muito bem e vai fazer pratos deliciosos para mim, me manda fotos dele, link de músicas que gosta e muitas coisas que passaria horas aqui relatando. Enfim, conquistou meu coração, parece um verdadeiro Príncipe encantado . Faz pouco mais de um mês que conversamos e parece que conheço a anos. [... ]

Anônimo disse...

A proposta de casamento não demorou(esposa unica), me assustei no começo, mas depois de conhecer melhor as leis e a cultura deles eu entendo melhor. Ele disse que sonha que eu seja esposa dele e disse que ainda vou ser mãe dos seus filhos. Ainda insegura e desprovida de maiores conhecimentos da Cultura muçulmana  falei a ele que casamento era muito radical, que poderíamos primeiro nos conhecer, depois viver juntos e se der certo casarmos.
Em momento algum me pediu pra abrir mão da minha religião(católica ), disse que já tinha conversado com a família, que eles tinham aceitado e dito para buscar a felicidade dele(até agora tudo que me disse era verdade, espero que isto também). Me pediu pra viver com ele em Dubai (ficaria trabalhando definitivamente ) pois lá não é tão rígido, mas se quisesse ficar no Brasil ele viria pra cá, só precisaria de emprego antes. Que casariamos somente no civil (nem sabia que podia), que poderia dar o nome que quisesse aos nossos filhos.[... ]

Anônimo disse...

Brasil ou Dubai? O duvida cruel, kkkk. Adoro meu país, mas não seria nada mal viver uns dois anos lá, porque filhos so aqui mesmo. Eu questionei sobre a cultura e religião dele, então me disse que a única coisa que precisava era de mim, do meu amor,  que por mim ele abandona tudo.  É óbvio que não vou pedir nada, mas não penso em mudar os meus costumes e muito menos minha religião.
Então o seguinte, em janeiro ele conseguiu férias e segundo ele uma licença especial para se casar (meu Deus que doidinho), vem para o Brasil na certeza de que vou aceitar seu pedido de casamento, já alertou, traz as alianças. Vai ficar 3 meses vivendo aqui comigo para nos conheceremos melhor (Ainda acho isto muita loucura) e depois vamos nos casar e morar em Dubai, pois mesmo sendo muito mais liberal, sexo oposto não pode sequer dividir o mesmo teto, relação sexual então... É cana. Solução é casamento mesmo, mas já me informei da possibilidade de fazer sobre regimento das lei brasileiras.
Hoje penso assim, 6 anos de namoro e não deu certo porque 3 meses não podem dar? Sei que existe uma diferença cultural enorme, mas por que não? Me prova todos os dias que merece minha confiança. Até perfil falso eu fiz.
Então pessoas...  Uma luz por favor, tenho um coração dividido entre dois amores(um sólido e outro de espectativas), meu ex quer voltar a qualquer custo e as vezes caio em tentação, mas sei que nada vai mudar e estou cansada de bater nas mesmas teclas.  Por outro lado existe esta possibilidade de encontrar meu príncipe encantado, só que não(ninguém é perfeito).  Chance de experimentar algo novo e me aventurar, mas o medo é grande. Sei que as diferenças são muitas e mesmo ele tendo uma cabeça "a frente de seu tempo" ele ainda é um muçulmano e não o conheço de verdade, a mesma chance de dar certo é a mesma de dar errado. Não quero me magoar e nem magoar ele. Se separação é complicada para nós, imagina para eles, é motivo de suicídio!  Mas a vida é curta demais pra se arrepender e nesta altura do campeonato já estou envolvida demais, mas dividida na mesma proporção.  Help me please!

Anônimo disse...

Ola meu nome Juraci Zada me casei com paki pensa em um homem amoroso , educado , fiel olha nada é impossível qua do se ama ainda mais se seu amor for pakistanes, fui ao pakistan conheci sua familia vim de lá encantada familia fantástica fez por mim o que nem minha própria familia nunca fez.agora diferença cultural é coisa simples diante do amor vivido entre a gente amo meu paki para toda a vida

Anônimo disse...

Que bacana Juraci Zada, fico feliz por vocês . Sou a pessoa do comentário do dia 16. Se me permite perguntar, vocês estão casados a muito tempo, moram no Brasil? Casaram dentro da religião dele? Gostaria de saber mais sobre vocês se quiser compartilhar, você é um caso que deu certo. No entanto eu nem sei pra que lado ir, apenas sei que gosto dele, mas saber se vamos seguir adiante e se vai dar certo só Deus sabe.

Postar um comentário

que tal?

 

Show Me The Stars Template by Carly Lloyd Designs